sábado, 30 de abril de 2011

Pagode... Referencia sexual?

Galera, hj eu tava ouvindo um programa na rádio que só passa pagode baiano e me indignei com muitas músicas. Eu vou lhes dar alguns exemplos para vocês analisarem e no final eu espero o comentario de vocês. A postagem é grande mas vale a pena conferir. Boa leitura!

Vamos começar interpretando a letra de uma música:



"Abecedario, Abecedario, Abecedario da Alegria
Abecedario, Abecedario, Abecedario da Alegria
Abecedario, Abecedario, Abecedario da Alegria
Aaaaaaaaa, Bbbbbbbbb, Ccccccccc, Dddddddd"

E... Acabou o Abecedario do cara? Só foi até a letra D? Isso explica o porque as letras das musicas dele são tão ruins. Continuaremos com uma parte da música que vem depois da parte que o vocalista diz que na cama é o melhor homem do mundo: "Bota com raiva, bota com raiva, bota com raiva, BOTA!!!". Achou a letra interessante? Quer saber mais da música? Desculpe te decepcionar mais a música só tem isso mesmo, então vamos tentar outra música e dar uma anlisada na letra.



"É de cima pra baixo
Que eu to no comando
a galera não vai se dá."

O Vocalista disse que é ele quem comanda e prefere de cima pra baixo. Porque a galera não vai se dá? Ele é daqueles que conta os detalhes pra galera? Me expliquem porque em relação ao compositor dessa musica eu sou um santo! Continuemos com a música...

"Bota a mão na cabeça
molha o dedinho, a orgia vai começar."
(Bis x2)

Molha o dedinho que a orgia vai começar? Mas que sacanagem é essa? Você que é mãe, se prepare pra explicar aos seus filhinhos o que é orgia! Agora vamos admirar o refrão:

"É de cima pra baixo.
É de cima pra baixo.
Relaxa. Fique quieta.
Calma, calma.
Que eu encaixo."

Olha a letra dessa música! É uma relação sexual cantada!

"Eu to afim,
ela não ta.
Não dá pra mim,
que é piração."

Mas que viagem é essa? Depois dessa sacanagem toda ele diz que a mulher não tava afim? Então a letra da música relata uma possivel relação sexual não-conscensual? (Vamos chamar assim que fica menos feio) Eu espero que não, mas isso explica o porque ele pede para a coitada relaxar e ter calma.  Ah, depois daí a música volta pro refrão e acaba, viu? A unica mudança é que eles trocam o verso "calma, calma" por "toma, toma". Isso me faz pensar que ele pode ter consumado a relação sexual não-conscensual. (Ainda bem que eu achei essa expressão, caso contrário eu ia ficar sem saber como transmitir a mensagem de uma forma que não causasse muito impacto).

Eu não sei o que se passa na cabeça desse povo que fica compondo músicas com letras tão admiraveis. Pensando melhor, eu sei sim... Sexo! Pura e simplesmente sexo! Temos que fazer uma campanha de conscientização tendo os compositores como alvo e com a seguinte mensagem: "Tá afim de transar? Faça sexo, não faça música!"

Vamos agora analisar uma música de pagode que fez muito sucesso em Salvador, muito mesmo, mas essa parece ser diferenciada. Além de ter uma letra maior, muito mais trabalhada e mais criativa do que as outras apresentadas acima, o compositor exalta nessa música a figura de uma mulher de maneira incompreensivelmente romantica, relatando também o quanto sua musa inspiradora foi comportada, integra, prendada, saudável e muito dedicada a caridade.



"Robissão já pegou,
o Ramom pegou também,
o Jael engravidou tá esperando seu nenem"
Netinho pegou de quatro,
Vitinho fez frango assado,
Fabinho sem camisinha pegou uma coceirinha;

Caramba!! Vamos parar pra analisar porque esse trecho da música tem muita informação.

- Robissão, Ramon, Jael, Netinho, Vitinho e Fabinho já pegaram ela. Eu disse que ela era dedicada a caridade.
- Jael tá pra ser papai. Coitado! Esqueceu que deveria ter escolhido a mãe de forma mais criteriosa.
- Netinho pegou de quatro. Perceba como o compositor fez questão de nos informar os detalhes.
- Vitinho fez frango assado. Essa é a parte da música em que você explica a seu filho que Vitinho é apenas um bom conzinheiro.
- Fabinho pegou uma "coceirinha" porque se dissesse que ele pegou uma "DST" não rimaria com nada nesses versos.

Que mulher hein? Uma pobre coitada dessa não deve nem ter seu nome citado. Vamos continuar a analisar essa música.

"O nome dela é Marcela eu vou te dizer quem é ela,
Eu vou te dizer quem é ela(2x)
Ela, ela, ela é uma cadela
Ela ,ela, mas ela é prima de Isabela(2x)"

Que lástima! O nome da coitada foi citado na música. Porque ele escolheu esse nome? Será que essa mulher existe? Se ela existir, depois de uma música dessa ela deve ter deixado de existir por vontade própria, incentivada pela enorme vergonha. Reparem na tamanha gentileza do compositor ao escolher o adjetivo que classifica Marcela. O que Isabela tem a ver com a história? Alguém pode fazer um comentário explicando? Vamos para o refrão que muitos soteropolitanos amaram:

"Me dá, me dá patinha
Me dá, me dá patinha
Me dá, me da patinha
Me dá sua cachorrinha"

Nossa!! Como eles são carinhosos com Marcela! Depois do refrão a música repete a letra inteira e, depois de tanta demonstração de afeto à Marcela, a singela canção termina.


Eu poderia dizer que essas músicas são abusrdas e idiotas se elas não dessem tanto dinheiro. Por favor, não digam que as bandas de pagode que cantam músicas como essas são idiotas porque, na verdade, eles são espertos por ganharem dinheiro com besteira. Idiotas mesmo são aqueles que pagam por esse maravilhoso serviço que eles prestam a sociedade. Existem muita banda de pagode boa ou que, pelo menos, são escutáveis e fazem músicas que não agridem ninguém e nem falam de sexo explicito. Se vocês pararem pra pensar, as bandas de pagode baianas que mais faturam e fazem sucesso no Brasil inteiro, não trabalham com músicas muito apelativas. Eu espero os comentários de vocês para podermos debater mais esse assunto. Abraço a todos!

Fonte: Pojucaworld.com

LEIA MAIS SOBRE OUTROS PROBLEMAS QUE ENVOLVEM A SOCIEDADE:

O Casamento do Século!!! Grande coisa!

         Tá o maior "auê" nos orgãos de imprensa do mundo todo por causa do casamento do Principe Willian com a reles plebeia Kate Middleton. Eu tava assistindo a TV hj pela manhã e vi um monte de nativos e, provavelmente, turistas de varios lugares do mundo reunidos para presenciar a cerimonia que vai entrar para historia. Oh, povo besta! Ali haviam muitos ingleses sorridentes e alegres sacudindo bandeiras do Reino Unido enquanto gritavam: "Se a Familia Real quiser gastar uma fortuna absurda ainda maior do que já gasta normalmente com uma festa de casamento mesmo que esse dinheiro seja resultado do nosso suor, não tem problema!". Tah... Verdade aí é só até a parte em que haviam muitos ingleses sorridentes e agitando a bandeiras do Reino Unido mas, se eu fosse inglês, acho que eu teria vontade de dizer isso.
         Willian e Kate fizeram um casamento mais em conta se comparado com a de Charles e Di. Não gosto nem de lembrar. Lá se foram uns 45 milhoes de dólares que não voltam mais... O que faz o povo se manter contente em sustentar uma familia real que não governa e que estão ali porque deram a sorte de nascer onde acham que tem por direito estar? Você que está lendo, poderia fazer um teste: Vá na Inglaterra e peça doações para o seu casamento ao povo de lá, mas não me culpe se você voltar ainda solteiro! Eu fico espantado com a alegria desse povo em homenagear essa familia real que poucos beneficios irá acrescentar na vida deles. Talvez eu esteja dizendo tudo isso por despeito, por inveja da tamanha felicidade desse povo neste momento tão especial para o país deles. Poxa, eu queria ser feliz assim, mas pra isso eu teria que ter nascido idiota também! Se o principe Willian limpasse a bunda com nota de 10 reais durante a vida dele toda, desperdiçaria menos dinheiro do que com esse casamento.
         Esculhambei bastante, mas seria ridiculo da minha parte nao falar do lado positivo do casamento. Essa festa dá dinheiro a Inglaterra. Entra grana com turismo (alimentação, hospedagem, etc.), vendas de produtos comemorativos e muitas outras coisas que geram empregos temporarios. Eu disse "temporarios" que nao vão deixar de ser temporários porque, são só na época do casamento e, vocês vão concordar comigo que emprego temporario por causa de casamento na familia real britanica não é que nem emprego temporário de pascoa, que todo ano tem. Pena que esse dinheiro que entra através do casamento não é pra todo mundo, apesar de todos terem contribuido com seus impostos. O dinheiro vai para quem tem restaurantes, hoteis, lojas de artigos comemorativos, entre outros. Ou seja, o dinheiro vai pra quem já tem! O pobre continua pobre e, se comparado com os empresarios citados acimas, estão ainda mais pobres!
         Talvez, quando o povo britanico voltar pra casa depois do luxuoso casamento, eles olhem ao seu redor e percebam que suas vidas não mudaram em nada e que todo aquele dinheiro gasto no casamento ajudaria bastante a reverter essa realidade.

Bem Vindo

Oi! Eu queria dizer que você é bem vindo ao meu blog. Este é meu primeiro blog e a minha primeira postagem então agradeceria se me dessem dicas de como melhora-lo. Eu o criei com a intenção de falar sobre assuntos polêmicos, de poder expressar minhas opiniões e poder ouvir um feedback sobre cada uma delas, escutar também as opiniões dos outros sobre os mesmos assuntos. Eu espero que o nome "Dizendo o que quer" não seja levado ao pé da letra, mas que incentive os leitores a fazer comentários de forma ampla e que até abra discussões sobre novos assuntos, compartilhando suas experiências assim como eu também pretendo fazer aqui, com muita alegria, respeito, bom humor, um punhado de indignação e uma pitada de sarcasmo para vocês que me conhecem não terem dúvidas da autoria do texto! rsrsrs! Participe, comente, contrarie, elogie, dê a sua opinião! Espero que gostem do meu blog! Abraço a todos!

Google+ Followers

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...